terça-feira, 5 de julho de 2016

Governo do Estado confirma pagamento nesta quarta dos salários de junho, RAS e premiações da segurança pública



O governo do Estado confirmou que vai realizar nesta quarta-feira o pagamento dos salários de junho aos agentes da segurança pública do Estado — policiais civis e militares, corpo de bombeiros e agentes penitenciários ativos, inativos e pensionistas. Além dos vencimentos, serão pagos o Regime Adicional de Serviço (RAS), o Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) e premiações relativas ao primeiro semestre de 2015 .

As transferências acontecerão ao longo desta quarta, o que pode resultar em pagamentos após o período bancário. O gasto previsto será de R$ 912 milhões dos cofres públicos, montante que faz parte do socorro fiscal da União, de R$ 2,9 bilhões, para a segurança do Estado.

Com isso o governo cumpre com a promessa feita ao secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, no último sábado, em reunião que estabeleceu como seriam usados os recursos repassados pelo governo federal.

A divisão dos gastos ficou da seguinte maneira: R$ 694 milhões para quitar a folha de junho com os servidores das quatro categorias; R$ 166 milhões de premiação a Polícia Militar de metas alcançadas no primeiro semestre de 2015; R$ 37 milhões de premiação da Polícia Civil; e R$ 15 milhões para o pagamento de RAS e Proeis.

O governo não confirmou, porém, a quais meses o pagamento do RAS e do Proeis contarão os R$ 15 milhões. A dívida sobre o RAS, regime que coloca policiais de folga em atividade, vem de março até junho. Já o Proeis, programa que estabele o serviço de agentes a entes públicos e privados, não é pago desde outubro de 2015.

FONTE: EXTRA

3 comentários:

  1. É a zica vão pagar também?

    ResponderExcluir
  2. É o décimo terceiro?

    ResponderExcluir
  3. Minha gratificação por metas não caiu no ITAÚ, até agora...pmerj.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.