sábado, 30 de julho de 2016

Governo estadual paga R$ 130 milhões a fornecedores

Entre eles estão donos de empresas que respondem por dever salários e rescisões contratuais a funcionários da Uerj

Rio - Com o alívio financeiro após a entrada de recursos da União, o governo estadual pagou R$ 130 milhões a 16 fornecedores — o valor é referente a repasses feitos até 20 de julho. Entre os beneficiados, estão dois donos de empresas que responderão na Justiça por dever salários e rescisões contratuais a funcionários demitidos da Uerj.

A Construir Arquitetura e a Empresa de Serviços Dinâmica receberam, juntas, R$ 4,797 milhões este mês. O dono da Dinâmica é o mesmo da Dinâmica Segurança Patrimonial — esta última, junto com a Construir, terá que responder pelo não pagamento dos direitos dos cerca de 900 demitidos.

Bloqueio 
O Ministério Público do Trabalho cobra o bloqueio de R$ 32,4 milhões de ambas as empresas — além da Navele Empreendimentos — como medida cautelar.

Lava Jato
Investigada na Lava Jato, a Hope Recursos Humanos também está entre os fornecedores contemplados.

Detran
A empresa que recebeu mais recursos é a Prol, com R$ 22,324 milhões — 67% do valor por atribuições relacionadas ao Detran.

Critério
O governo estadual diz que cabe à equipe econômica definir os pagamentos que serão efetuados. E completa: “Praticamente todos os milhares de fornecedores do estado têm valores devidos a receber. Os pagamentos serão realizados o mais rapidamente possível.”

Susto
Um profissional da Globo News estava com uma amiga, sexta, no calçadão do Arpoador, quando um homem armado com uma faca o empurrou e ameaçou. Como o casal se recusou a passar a carteira, teve início um rápido bate-boca. Lá pelas tantas, o assaltante soltou a faca no chão e se desculpou: “Foi mal, pensei que vocês fossem turistas.”

D.R.
Pré-candidatos à prefeitura, Carlos Osorio (PSDB) e Indio da Costa (PSD) estão numa D.R. sem fim. Nenhum abre mão de ser cabeça de chapa.

Picadinho

A socióloga Marielle Franco promove hoje debate com policiais sobre os direitos das mulheres, na Cidade da Polícia. A ação faz parte do programa Papo de Responsa, da Polícia Civil.

FONTE: O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.