quinta-feira, 7 de julho de 2016

Sérgio Cabral pode ser o próximo a ser preso

Como estamos em época de festas juninas, e as quadrilhas estão dançando como nunca, o ex-governador Sérgio Cabral deve estar neste momento bastante


As fotos da farra em Paris

apreensivo.

A operação de hoje da Polícia Federal traz a fogueira para perto da sua jugular. Unha e carne, Cabral e Fernando Cavendish desossaram com uma voracidade impressionante o caixa do Estado do Rio de Janeiro. Pelas contas do Ministério Público Federal, a construtora Delta, empresa de Cavendish, faturou 11 bilhões reais, de 2007 a 2012. Quase a totalidade - 96,3% - oriunda de obras públicas, como a reforma do Maracanã, que custou R$ 1,2 bilhão.

Não é mera coincidência o fato de Cabral governar o Rio de Janeiro no momento em que a sorte sentava à mesa com Cavendish.

A Delta era uma pequena empresa quando Cavendish foi apresentado a Sérgio Cabral no início do primeiro mandato, em 2007. A partir daí, um fez o outro sorrir. Sérgio Cabral, como investigações anteriores demonstraram, era um glutão. Comia espantosos 5% de tudo que se movia a sua volta.

Em junho de 2011, a queda de um helicóptero revelou o que o mundo do crime fluminense já sabia. Morreram a então namorada do filho de Cabral e a esposa do ex-presidente da Delta, Jordana Kfuri. Cabral e o filho Marco Antônio também iriam viajar. Todos participariam da festa de aniversário de Cavendish. Não seria a primeira vez que comemorariam. Em 2009, graças ao ex-governador Garotinho, que divulgou as fotos, ficamos sabendo que os dois esbaldaram-se junto com a cúpula do antigo governo no Ritz de Paris, um dos hotéis mais caros do mundo. A conta foi paga pelos contribuintes, obviamente.

Cavendish nunca abriu a boca sobre o que sabe.

Mas, como escrevi lá em cima, as quadrilhas estão aí, e ninguém gosta de dançar sozinho.

FONTE: R7

10 comentários:

  1. A justiça tem que ser feita.Lugar de ladrão como este ser é BANGU I

    ResponderExcluir
  2. Não vejo hora de ver esse "demônio" na masmorra, para que pague tudo que fez contra os servidores estaduais.

    ResponderExcluir
  3. Sou 439 quero visitar sergio Cabral lá em Bangu, e vc?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos que organizar uma comitiva de bombeiros e fazer a visita.kkkkk

      Excluir
  4. Musica de quadrilha: O Cabral vai caindo, vai cair na cadeia e espero que nao cheguem as tornozeleiras... bombeirão, bombeirão aproveitem a zoeira.

    ResponderExcluir
  5. Quando ele for preso tem que enfiar uma tocha olímpica acesa no orifício anal desse pilantra que desviou dinheiro público.

    ResponderExcluir
  6. Quero conhecer Serginho,
    Mas, com uma condição: tem q ser lá em Bangu.
    Quero ver a carranca dele

    ResponderExcluir
  7. Irmãos, vcs já pensaram?
    Sérgio Cabral na condição de presidiário e cabo Daciolo
    Na condição de excelência!
    Confesso: estou perplexo.
    Isto tem nome: justiça Divina, ele esculachou geral, não só
    Os Bombeiros, mas, toda a população do est. Do Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
  8. O então governador Sérgio Cabral
    Mandou prender em Bangu,
    O então cabo Daciolo.
    Hoje o Cabral é presidiário e cabo Daciolo deputado federal.
    É isso mesmo? Tô perplexo, Isto é
    Justiça.

    ResponderExcluir
  9. Duvido muito que esse bandido seja preso...duvido muito que alguem ponha as garras nesse gangster...

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.