quinta-feira, 21 de julho de 2016

Vereador da Rede é alvo de denúncia

Câmara: ex-funcionária diz que era obrigada a dar salário para assessores de vereador



Estudante mostra os contracheques: ela diz que ficava apenas com uma pequena parte do salário na Câmara dos Vereadores 

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar um suposto esquema no qual funcionários da Câmara Municipal do Rio, lotados no gabinete do vereador Márcio Garcia (Rede), teriam sido obrigados, nos últimos três anos, a devolver parte dos seus salários para homens de confiança do político. De acordo com a delegada Renata Araújo, da Delegacia Fazendária, pelo menos quatro pessoas confirmaram, em depoimentos, a existência da devolução obrigatória da maior parte do dinheiro que era disponibilizado nos contracheques. O vereador disse que as acusações são “descabidas’’.

Uma estudante de 25 anos, que trabalhou como assessora de Garcia, entre 2013 e 2016, contou que recebia salários que variavam entre R$ 10 mil e R$ 13 mil. Porém, ficava apenas com valores entre R$ 500 e R$1.300. Garcia, major dos Bombeiros, foi eleito em 2012 e assumiu cadeira na Câmara em 2013.

— De início, fui chamada para trabalhar uma vez por semana, no fim de novembro de 2013. O combinado era que eu receberia R$ 500. Quando recebi o primeiro salário, em janeiro de 2014, fiquei surpresa. Meu contracheque tinha o valor de pouco mais de R$ 13 mil. Fiquei com R$1.300 por conta de uma gratificação de Natal, e tive que devolver o resto. Disseram que o dinheiro serviria para comprar cestas de Natal para os bombeiros exonerados em 2011. Depois, vi que eles foram incorporados novamente, e, mesmo assim, a cobrança continuou — contou a estudante, exonerada no início de 2016.

Segundo a jovem, dois bombeiros que trabalhavam com Garcia, sem serem nomeados no gabinete, a acompanhavam até agência bancária no Centro. Após fazer os saques, eles a escoltavam até o gabinete, onde o dinheiro era colocado num envelope.

A jovem disse que quem se negasse a devolver o dinheiro era exonerado. Ela alegou que, após cinco meses, passou a trabalhar duas vezes por semana, e que seu salário subiu, então, para R$ 1.200.

Márcio Garcia afirma: é motivação política

O vereador Márcio Garcia negou a devolução de dinheiro por parte dos funcionários. Ele disse que as acusações podem ter uma motivação política.

— As acusações são completamente descabidas. Não tenho conhecimento do que os funcionários fazem com seus salários. É de se estranhar uma acusação destas, às vésperas de uma eleição. Uma das pessoas que me acusa foi homenageada por um outro partido — disse Garcia.

O parlamentar acrescentou que, em 2013, havia uma conta para que qualquer pessoa pudesse fazer doação para os bombeiros exonerados, após um movimento grevista deflagrado em 2011.

— O blog S.O.S bombeiros tinha uma conta disponibilizada para doações voluntárias. Ninguém precisava ser do gabinete para fazer isso. Conseguimos, com o dinheiro arrecadado, pagar os salários de quatro mil excluídos — lembrou o parlamentar.

Márcio Garcia integrou o movimento grevista e foi preso pela corporação em 2011.

FONTE: EXTRA

Vereador da Rede é alvo de denúncia

Ex-funcionária do gabinete foi à delegacia e disse que todo mês parte do salário era direcionada a bombeiros exonerados

MARINA ROCHA
Rio - A poucos meses das eleições municipais, uma denúncia contra o vereador Marcio Garcia (Rede) deu início a uma investigação da Polícia Civil. No dia 18 de maio, uma ex-funcionária do gabinete do parlamentar foi à Delegacia Fazendária e afirmou que todo mês parte do seu salário era devolvida e direcionada para bombeiros exonerados da corporação. O vereador nega e afirma que o caso parece uma manobra para desacreditá-lo.
Garcia, que foi major dos Bombeiros e militante da causa, diz que já empregou sim parentes de bombeiros. “A denunciante trabalhava lá desde o início. Não é estranho que, às vésperas da eleição, resolva denunciar algo que ela estaria fazendo há anos?”, destacou.
Segundo o inquérito, a que O DIA teve acesso, a denunciante trabalhava duas vezes por semana no gabinete e tinha o salário de R$ 1,2 mil, mas o valor depositado variava de R$ 10 mil a R$ 13 mil. Ela relatou que o dinheiro era depositado sempre no dia 1º e que todo mês ia ao banco sacar a diferença para entregar a seus superiores. Garcia acredita que a denúncia pode ser coisa de inimigo político. A Polícia Civil informou, em nota, apenas que há investigação em curso.

FONTE: O DIA

ACREDITAMOS NO TRABALHO DA POLÍCIA, CABE A QUEM ACUSA O ÔNUS DA PROVA, MESMO SABENDO QUE UM INQUÉRITO POLICIAL NÃO É ABERTO POR QUALQUER MOTIVO. 

DESEJAMOS QUE TUDO SEJA ESCLARECIDO O QUANTO ANTES, HAVENDO CULPADOS, QUE ESTES SEJAM PUNIDOS COM O RIGOR DA LEI, POIS ANTES DE SER UMA TRAIÇÃO AO PODER PÚBLICO, É UMA TRAIÇÃO AOS ELEITORES QUE ACREDITARAM NO VEREADOR. 

ANTES DE FAZER QUALQUER JUÍZO DE VALOR, VAMOS AGUARDAR O ENCERRAMENTO DO INQUÉRITO POLICIAL, NA ESPERANÇA DE QUE ESTE EPISÓDIO NÃO VENHA A MANCHAR MAIS UMA VEZ, UM MOVIMENTO VERDADEIRO, QUE SOFREU COM A HISTÓRIA DA MALA, TEVE SEU SITE OFICIAL PLAGIADO E VILIPENDIADO COM UMA SUPOSTA ASSOCIAÇÃO(sic) PARA CONCORRER COM A ABMERJ, A FIM DE SERVIR AOS INTERESSES POLÍTICOS, QUE TUDO VENHA À TONA! 

NOSSA TROPA NÃO MERECE SER ENGANADA.

8 comentários:

  1. Boa postura do BLOG, se fosse ao contrário... eles estariam metendo o pau

    ResponderExcluir
  2. Por ser bombeiro, votei no Márcio Garcia, e, francamente, torço francamente para que isso seja esclarecido e tudo não passe de um mal entendido. Porém, pergunto: se tal denúncia fosse contra o deputado federal Cabo Daciolo? Será que o "fã-clube" do Márcio Garcia logo não sairia com críticas e acusações contra o Daciolo? Para esse "fã-clube", qualquer acusação contra o Daciolo é um "prato cheio". Porém, não vejo o "fã-clube" do Daciolo fazer o mesmo com o Márcio Garcia. 👀

    ResponderExcluir
  3. Cd a publicação da denúncia do Peixotinho contra o nobre deputado que pode tudo em nome de Deus!? Vocês são muitos demagogos e dissimulados. Quero ver publicar o meu comentário!

    ResponderExcluir
  4. ridiculo es blog fazer isso com quem sempre esteve ao lado de vcs . nao tem nada provado e vcs estão sendo tendenciosos como a globo que vcs tanto criticam faz.
    ja vi comentário do marcio no sosrj respondendo q ja procurou daciolo varias vezes mas este continua inerte a um acordo de se unir novamente.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns ao blog, não atacou como fazem a turma do Marcio Garcia

    ResponderExcluir
  6. KD O VALDELEI? NÃO FALA NADA?

    ResponderExcluir
  7. Márcio Garcia provando do próprio veneno

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.