segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Bombeiro é morto com 15 tiros ao chegar em casa, em Queimados, na Baixada Fluminense


Luiz Carlos era subtenente do Corpo de Bombeiros 

O subtenente do Corpo de Bombeiros, Luiz Carlos Pereira de Souza, de 61 anos, morreu na manhã deste domingo, após ter sido baleado na porta de casa, no Parque Olimpo, em Queimados, na Baixada Fluminense. Ele foi abordado por três homens que desferiram 15 tiros contra o oficial. A vítima foi socorrida por familiares, mas já chegou morta à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Queimados.

De acordo com informações repassadas a policiais do 24ºBPM (Queimados) pelo filho da vítima, o subtenente havia saído de casa por volta das 6h30m para caminhar com o cachorro. Pouco tempo depois, ele retornou e foi rendido pelos três homens, que entraram na residência para roubar.

Ainda, segundo o relato do familiar, após Luiz Carlos ter entregue as chaves do carro, foi identificado como militar pelos bandidos. Eles então efetuaram os disparos e fugiram sem levar o veículo.

O local onde o crime ocorreu fica próximo ao Conjunto Habitacional do Valdariosa, empreendimento do programa Minha casa, minha vida, que é dominado por traficantes e milicianos, como mostrou o EXTRA, em março do ano passado, na série de reportagens “Minha casa, minha sina.

O corpo do militar foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O crime está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.