quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Fasp pedirá nesta quarta-feira pagamento de servidores com valores já arrestados


CI Rio de Janeiro (RJ) 13/07/2016 - Protesto dos Servidores Publicos na Alerj no Centro RJ 

Cumprindo uma liminar concedida na ação da Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores do Estado do Rio (Fasp), a Justiça bloqueou, nesta terça-feira, R$ 362 milhões das contas do governo do estado com a intenção de pagar os servidores que ainda não receberam seus salários de julho.

Na manhã desta quarta-feira, a Fasp vai pedir à Secretaria de Planejamento que repasse os dados de quem ainda não recebeu — em sua maioria, inativos e pensionistas. O objetivo é que o valor já arrestado seja repassado ao funcionalismo:

“Vamos trabalhar para arrestar todo o valor estipulado pela Justiça (R$ 604 milhões). Precisamos que o governo informe quantos não receberam e o valor total ainda a ser pago”, disse o advogado da Fasp, Carlos Henrique Jund.

A Secretaria de Fazenda confirmou o arresto das contas do Estado do Rio. A pasta informou que o total tinha destinação estabelecida, como os valores que o governo tomou por meio de empréstimos. A Fazenda também declarou que mais uma parte da folha foi paga, totalizando 81,1% dos servidores. Um montante de R$ 1,6 bilhão já foi repassado ao funcionalismo.

FONTE: EXTRA