segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Governo estadual deposita quase 75% do salário de julho dos servidores

Segundo Secretaria de Fazenda, depósitos serão feitos até a próxima sexta-feira e de forma integral

Rio - O governo do estado voltou a depositar, nesta segunda-feira, integralmente os salários de julho dos servidores. De acordo com informações da Secretaria de Estado de Fazenda, até o momento, já foram depositados R$ 1,46 bilhão, o equivalente a 74,3% da folha de pagamento.

Segundo a secretaria, os depósitos serão feitos até a próxima sexta-feira, 10º dia útil do mês, e não serão parcelados. Havia uma apreensão de que os pagamentos não caíssem dentro do prazo, já que o Tribunal de Justiça está de recesso até o dia 21 por causa da Olimpíada.

Na última quarta-feira, a 8ª Vara de Fazenda Público do Tribunal de Justiça tinha determinado a busca e apreensão das informações referentes à folha de pagamento de julho dos servidores. A medida era para garantir o pagamento imediato de parte do funcionalismo que não recebeu os rendimentos nesta quarta-feira.

A decisão do juiz Leonardo Grandmasson Ferreira Chaves, titular da 8ª Vara de Fazenda Pública, obrigava o oficial de Justiça a cumprir a medida imediatamente. O ato viabiliza o consequente arresto nas contas do estado. A ação foi ajuizada pela Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores do Estado do Rio (Fasp), que também conseguiu liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) para que o pagamento do funcionalismo seja feito até o 3º dia útil do mês.

FONTE: O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.