Previsão do tempo:
Tempo negro.
Temperatura sufocante.
O ar está irrespirável.
O país está sendo varrido por fortes ventos.
Máx.: 38º, em Brasília.Mín.:5º, nas Laranjeiras.

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Justiça ordena que governo do Rio informe quantos servidores não foram pagos, e valor do restante da folha


MANIFESTACAO DOS SERVIDORES 

Após o governo do Rio desrespeitar decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e pagar 70% da folha salarial de agosto dos servidores públicos, o juiz Leonardo Grandmasson Ferreira Chaves, da 8ª Vara de Fazenda, determinou, no início da tarde desta terça-feira, que o Estado informe, o quanto antes, o números de funcionários que seguem sem receber seus salários. A Secretaria de Fazenda, por sua vez, foi intimada a informar o mais breve possível o valor necessário para quitar a folha e se o governo fará, de forma voluntária, novos pagamentos hoje.

A decisão de Grandmasson diz respeito a ação civil pública da Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos do Estado do Rio (Fasp). Segundo a federação, a ordem é conseguir, o mais breve possível, os dados necessários para se pedir o arresto das contas públicas.

— Já estamos na Central de Oficiais de Justiça visando solicitar celeridade a esta diligência. Precisamos ganhar tempo para que o pagamento saia entre hoje (terça-feira) e amanhã — disse Carlos Henrique Jund, advogado da Fasp.

Mesmo que consiga o arresto das contas ainda nesta terça-feira, a Fasp terá de lidar com outro obstáculo. A greve dos bancários começou hoje e afetou o funcionamento de 120 agências no Rio de Janeiro, segundo o Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro.

FONTE: EXTRA