terça-feira, 18 de outubro de 2016

Bancos não comentam calotes sobre consignados dos servidores estaduais

Ao que parece, os representantes dos bancos que concedem empréstimos consignados aos servidores públicos ainda não se entenderam com o governo do Rio. O Estado tem uma dívida declarada com as instituições, por não repassar os valores dos consignados descontados nos contracheques dos funcionários.

Em setembro, a Associação Brasileira dos Bancos (ABBC) confirmou que o Rio de Janeiro se comprometera a quitar uma dívida estimada em R$ 500 milhões, além de regularizar os repasses seguintes das parcelas já descontadas dos contracheques.

O problema é que, a partir de agora, a associação não dá detalhes sobre como andam as conversas com o governo. Fontes ligadas à administração garantem que os repasses são feitos de forma regular. Já o pagamento da dívida continua em negociação..

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.