quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Dornelles mostra a Picciani esboço de pacote de austeridade que enviará à Alerj

Governador em exercício quis saber a probabilidade de aprovar as medidas que incluem redução salarial e aumento de impostos

Rio - Governador em exercício, Francisco Dornelles mostrou a Jorge Picciani (PMDB) o esboço do pacote de austeridade que começará a enviar à Assembleia Legislativa semana que vem. Quis saber, do presidente da Alerj, a probabilidade de aprovar as impopulares medidas que incluem redução salarial, alteração na previdência e aumento de impostos.

Em vias de retornar ao cargo, o governador licenciado, Luiz Fernando Pezão, também procurou Picciani quarta passada em busca de apoio. O presidente da Casa se comprometeu a fazer tramitar as propostas e garantiu o apoio do líder do governo, Edson Albertassi (PMDB). Mas disse que, para aprovar os textos, o Palácio Guanabara terá que dialogar com os deputados para tentar obter maioria.

‘Pezão errou a mão’ 

Para Picciani, o governo demorou a se mexer. Diz que, se tivesse agido antes, não precisaria tomar medidas tão duras agora. E afirma que Pezão “errou a mão” nos reajustes salariais concedidos em 2014 que aumentaram o gasto com o funcionalismo.

Cortes

Picciani defende a redução no número de secretarias do governo para 8 — o Palácio Guanabara avalia cortar das 20 atuais para algo entre 8 e 12. E diz que, antes de implementar as medidas impopulares, o governo precisa reduzir de forma significativa a quantidade de cargos comissionados. A possibilidade de diminuição nos salários de servidores concursados e comissionados foi antecipada pelo Informe na última quinta-feira.

FONTE: O DIA

Um comentário:

  1. Reduzir salarios, e inconstitucional...atençao FASP.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.