quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Estado edita crédito suplementar de R$1,4 bilhão para pagamento de inativos


Palácio Guanabara também alteração aplicação do Fundo da Saúde 

O governador em exercício do Rio, Francisco Dornelles, publicou decreto de crédito suplementar no Diário Oficial (DO), desta quinta-feira, no valor de R$ 1,412 bilhão para reforço da dotação orçamentária de 2016. Grande parte do valor será utilizada para o pagamento de servidores inativos do estado. Como a folha de setembro já está sendo depositada, os recursos poderão ser aplicados para os pagamentos do funcionalismo, em novembro, para o mês de referência de outubro.

Entre as áreas citadas no decreto estão os inativos da Segurança Pública, Saúde, Educação, Saneamento e Administração do governo. Além de utilizar o crédito suplementar para pagamento do funcionalismo, há previsão de recursos para áreas operacionais e de manutenção de secretarias. O decreto também altera a aplicação de mais de R$1,09 milhão do Fundo Estadual da Saúde e do Fundo de Assistência Social.

A expectativa é a de que o pagamento dos servidores de setembro, incluindo aposentados e pensionistas, seja depositado até o dia 17. O governo estadual prometeu quitar, nesta quinta-feira, os 30% restantes dos salários dos servidores da Segurança Pública (policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários), além dos rendimentos integrais de aposentados e pensionistas dessas quatro categorias. Os ativos da Segurança tiveram que esperar oito dias pela quitação de seus vencimentos. Na quarta-feira da semana passada, dia 5, o Estado do Rio depositou 70% dos salários de setembro desses agentes em atividade.

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.