quarta-feira, 30 de novembro de 2016

ENTENDA O QUE RESTA DO "PACOTE DE MALDADES" DO PEZÃO!

Cada projeto com a quantidade de emendas recebidas !

O QUE VAI OU NÃO, SER VOTADO ???

ESSES PROJETOS, VÃO ENTRAR EM PAUTA :

PL 2260/2016 - Reduz em 30% o salário do governador, vice, secretários e subsecretários. Recebeu 43 emendas.

2240/2016 - Mudanças no Rioprevidência, com aumento da alíquota dos servidores de 11% para 14% e da contribuição patronal de 22% para 28%. Recebeu 106 emendas.

2242/2016 - Aumento da alíquota de ICMS de diferentes produtos: 87 emendas.

2243/2016 - Cria modelo de intimação eletrônica para cobranças da Fazenda Estadual: 26 emendas

2245/2016 - Adia para 2020 aumentos salariais aprovados em 2014 e que entrariam em vigor em 2017 ou 2018: 61 emendas.

2246/2016 - Acaba com o programa Renda Melhor e Renda Melhor Jovem: 24 emendas.

2247/2016 - Muda cobrança nas barcas. Moradores de Paquetá e Ilha Grande passam a pagar: 27 emendas.

2248/2016 - Limita o Bilhete Único: 121 emendas.

2249/2016 - Altera regras para pagamento de precatórios: 60 emendas.

PLC 35/2016 - Limita o crescimento da despesa de pessoal dos poderes a 70% do crescimento da receita: 38 emendas.

PLC 36/2016 - 40% das receitas de Fundos estaduais e 70% do superávit poderão ser usados para pagamento de pessoal: 66 emendas.

PLC 37/2016 - Proíbe por 10 anos qualquer anistia aos devedores de impostos estaduais: 34 emendas

PLC 34/2016 - Adapta orçamento dos poderes à arrecadação real do estado: será discutido nesta quarta-feira (30/11).


PROJETOS RETIRADOS DE PAUTA :

Aqui está uma parte das VITÓRIAS, conquistadas pela nossa RESISTÊNCIA !

Vamos à luta !

Temos que continuar no enfrentamento, dia 06, 8h na ALERJ

2241/2016 - Criava uma alíquota extraordinária de até 30% na folha de ativos e inativos. Devolvido pela Alerj por representar uma redução drástica nos salários, principalmente dos aposentados.

2244/2016 - Extinguia o adicional por tempo de serviço para todos os servidores: teve sua tramitação suspensa pela Justiça.

2239/2016 - Extinguia o CEPERJ: matéria já havia sido rejeitada pela Casa em fevereiro, e o regimento interno não permite que uma medida seja votada duas vezes no mesmo ano.

2234/2016 - Extinguia a Suderj: também já havia sido rejeitada em fevereiro.

2235/2016 - Extinguia o Instituto de Terras e Cartografia do Estado do Rio de Janeiro (Iterj): órgão foi criado pelo artigo 248 da Constituição Estadual e, assim como o Iaserj, só poderia ser extinto por meio de uma PEC.

2236/2016 - Extinguia a Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj): medida já havia sido rejeitada em fevereiro.

2237/2016 - Extinguia o Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro (IASERJ): órgão tem respaldo constitucional, e somente uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), e não um projeto de lei, poderia determinar seu fim.

2238/2016 - Extinguia o Instituto Estadual Engenharia e Arquitetura (IEEA): a Casa considerou que a economia com a medida seria mínima diante do desmonte de um órgão fundamental na fiscalização de obras públicas;

2233/2016 - Extinguia a fundação Leão XIII: deputados decidiram pela retirada por ser o único órgão da assistência social que tem a capacidade de captar recursos por meio de convênios.

2 comentários:


  1. Anônimo2 de dezembro de 2016 16:19
    CONCORDO COM O PICCIANI, MUITA MORDOMIA PARA O SERVIDOR QUE NÃO PRODUZ NADA PARA A POPULAÇÃO, TEM QUE MUDAR TODOS PARA CELETISTAS, E ACABAR COM ESTE MILITARISMO DE CORRUPTOS, QUE FAZEM DE TUDO PARA SAIR CORONEL, ENXERTAR OS CONTRACHEQUES COM GRATIFICAÇÕES E SE APOSENTAR COM 46 ANOS GANHANDO MAIS DE 30.000 REAIS, SEM PRODUZIR UM NÍQUEL SEQUER PARA O PAÍS!

    ResponderExcluir
  2. JÁ MANDEI PRO PEZÃO INCLUIR O PLANO DE CARREIRA ÚNICO NESSE PACOTE, A HORA É ESSA!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.