quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Alerj aprova Orçamento de 2017 com prioridade sobre o pagamento dos salários dos servidores


A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, ontem, o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017. Está previsto pela lei o déficit nas contas públicas de R$ 19 bilhões. Não houve votação nominal. Nove deputados manifestaram em plenário o voto contrário, mas eles não pediram a verificação dos votos após a aprovação. A sessão de ontem encerrou o ano legislativo na Alerj. O retorno está programado para fevereiro.

— Alerj mostrou que não é irresponsável. Não invetamos receitas. Buscamos cortar tudo o que não é essencial, para finalizar o próximo ano da melhor forma — disse o deputado Pedro Fernandes (PMDB), presidente da Comissão de Orçamento da Casa.

Entre as emendas propostas, a principal diz respeito a prioridade, apontada pelos deputados, sobre o pagamento dos salários dos servidores públicos em 2017. A emenda foi proposta pela bancada do PSOL na Alerj.

Os maiores afetados pela nova formulação do Orçamento serão o Legislativo e o Judiciário estadual. Ambos terão de lidar com um limite para gastos ainda menor do que foi apontado em 2016. Há o risco de os entes dos poderes terem de cortar gastos com pessoal, por exemplo.

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.