quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Muspe reúne ‘garantias’ de pelo menos 20 deputados contrários aos projetos de Pezão


Líderes do Muspe conversam com o deputado Carlos Minc 

Os líderes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe) estiveram, nesta quarta-feira, na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e conseguiram a “garantia” de que pelo menos 20 deputados votarão contra a elevação da contribuição previdenciária dos servidores, o adiamento dos reajustes prometidos a várias categorias nos próximos três anos e o congelamento de reajustes aos funcionários do Legislativo e do Judiciário estadual.

Os servidores mostraram aos deputados seus argumentos contrários aos projetos. Segundo o Muspe, 23 parlamentares assinaram uma “carta de compromisso” em que demonstraram ser contrários aos três projetos. Todos assinaram as cartas. O movimento dos servidores compartilhou fotos em que os líderes estão ao lado dos parlamentares, além de alguns dos documentos assinados. O três textos serão votados na próxima terça-feira, dia 20 de dezembro. Uma reunião, às 9h, servirá para decidir como os textos serão debatidos no plenário.

— Vamos continuar a colher as assinaturas hoje. A ideia é construir uma base sólida de deputados contrários aos projetos para a reprovação na terça-feira — disse André Ferraz, um dos líderes do Muspe.

Nesta quinta-feira, representações ligadas às categorias da Segurança terão encontros com seus gestores. Os sindicatos ligados aos policiais civis, por exemplo, terão uma reunião, às 15h, com o chefe de Polícia Civil, Carlos Leba. Mais tarde, às 19h, os servidores da categoria farão uma assembleia.

FONTE: EXTRA