sábado, 14 de janeiro de 2017

Acordo deixa Pezão confiante em pagar o 13º salário: ‘Até o final de fevereiro’


Pezão aposta em acordo com a União para

O governador Luiz Fernando Pezão está otimista quanto à possibilidade de regularizar a situação salarial dos servidores públicos estaduais. Segundo ele, o acordo firmado com a União para a renegociação de dívidas dará condições ao Estado do Rio de colocar o pagamento dos vencimentos em dia — a intenção é voltar a pagar ao funcionalismo até o 5º dia útil de cada mês — e, principalmente, equacionar a dívida referente ao 13º salário. Já há até uma previsão otimista para isso, diz Pezão:

— Acho que até o fim de fevereiro conseguiremos (pagar o 13º salário). É no que estou mais trabalhando.

Hoje, há 468 mil servidores estaduais com direito ao abono natalino, entre ativos, inativos e pensionistas. Vale lembrar que os ativos da Educação — o equivalente a 83 mil pessoas — já receberam o 13º. Isso, então, restringe a dívida atual a 385 mil funcionários. A folha restante do abono, portanto, deve girar em torno de R$ 1,8 bilhão.

O governo do Rio negocia, agora, os recursos para bancar o 13º. Uma opção é fazer um acordo com um grupo de bancos para obter um empréstimo, com aval da União. O valor ainda não foi acertado, mas pode chegar a R$ 4 bilhões. Isso seria suficiente para pôr os salários em dia, pagar o 13º e quitar dívidas com os fornecedores.

FONTE: EXTRA