sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Bancos podem se juntar em plano de resgate de até R$ 4 bilhões ao Estado do Rio


Membros do Banco do Brasil ajudaram do acordo entre União e Rio 

Além da anistia no pagamento das dívidas com a União pelos próximos três anos, o governo do Rio voltará a ter condições de pegar novos empréstimos com bancos públicos e privados. Em meio à negociação com o governo federal para tirar o estado da crise, o Banco do Brasil (BB) surge como uma peça importante para ajudar a resgatar a saúde financeira fluminense. Bradesco, Caixa Econômica Federal e Itaú também poderão se juntar à instituição, formando uma espécie de consórcio para socorrer o Rio, concedendo novos empréstimos que terão o governo federal como avalista, mais uma vez.

O valor a ser repassado ao estado, assim que o acordo for fechado com o governo federal (ainda há pendências), poderá chegar a R$ 4 bilhões. Seria suficiente para pagar fornecedores e diminuir a crise diante dos servidores. A ajuda também poderá servir para quitar o 13º salário atrasado com boa parte do funcionalismo — até o momento, apenas os docentes estaduais ativos receberam o abono natalino.

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.