domingo, 15 de janeiro de 2017

Bombeiros podem paralisar serviços caso governo do Rio não pague salário de dezembro


Bombeiros não receberam dezembro e 13º salário 

A próxima terça-feira, dia 17, será decisiva para os bombeiros militares do Estado do Rio. Em conversas entre oficiais da corporação, ficou estabelecido que no início do expediente de terça, às 8h, os bombeiros terão reuniões em diversos quartéis atrás de uma forma de ação para cobrar o salário de dezembro. A tendência é que os servidores ofereçam um prazo até a próxima sexta-feira, dia 20, para o pagamento do vencimento. Caso isso não aconteça, a partir de sábado, os serviços serão racionalizados apenas para eventos de grande riscos e prejuízo material, como colisões de veículos, queda de motos, incêndios e atropelamento.

A iniciativa partiu de bombeiros que pertencem a ala 3 da corporação. Essa ala estará em atuação nos quartéis do Centro, Vila Isabel, Grajaú e outras unidades. De acordo com servidores, são quatro alas que atuam no serviço do Corpo de Bombeiros. A intenção da ala 3 é de incentivar as demais unidades a participarem de uma paralisação dos serviços caso ela aconteça. Segundo a Associação dos Bombeiros Militares do Estado do Rio, a tendência é que outras unidades acompanhem a movimentação do grupo.

— Temos compromisso com a população e vidas alheias, porém, não podemos passar fome. Faço um apelo ao Governador, pague os salários, antes que o pior aconteça — alertou Mesac Eflaín, Presidente da Associação dos Bombeiros.

Os bombeiros também reclamam da falta de pagamento do 13º salário e de gratificações de serviço extra (PROG), atrasadas há meses, contando o período da Olimpíada. Outra cobrança é sobre o depósito em dia, e integral, dos proventos de aposentados e pensionistas da corporação.

FONTE: EXTRA

5 comentários:

  1. Anônimo disse...
    PQ O BOMBEIRO E A POLICIA MILITAR, NAO COMEÇAM A COLOCAR CONSCRITOS PARA SERVIREM TEMPORARIAMENTE E ASSIM FAZER UMA GRANDE ECONOMIA NO ESTADO, ACHO Q SERIA UMA SOLUÇÃO. JÁ Q TEMOS UM QUADRO DE SARGENTO, SUBTENENTES E OFICIAIS COM GRANDE NUMERO DE MILITARES ????

    ResponderExcluir
  2. Vc é militar, idiota?

    ResponderExcluir
  3. Gostaria que sua mãe fosse atendida por um " conscritos " sem experiência e sem a supervisão de um graduado a lhe dar orientação e suporte? Pára de cagar pelo teclado! Temos é que ser, todos independentemente de graduação ou posto, ativo ou inativo, receber dignamente e pontualmente o que nos é de direito!

    ResponderExcluir
  4. Já era pra ter parado á muito tempo ,,, o muquiço do pezão segura tudo . Perguntemos se a crise está instalada na casa dele também , o que tá esperando pra renunciar ?

    ResponderExcluir
  5. Operação padrão. Bombeiro só sai da caserna para incêndio e colisão. Infelizmente a população terá que pagar por algo que não tem culpa, enfim, minha família também não tem culpa é está pagando. A crise afeta a todos, mas poucos estão se preocupando em tentar fazer algo para ameniza-la.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.