terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Jorge Picciani passa três horas com Sérgio Cabral em Bangu

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, visitou na semana passada o ex-governador do estado, Sérgio Cabral, no conjunto penitenciário de Bangu. A visita de Picciani, líder do PMDB no Rio, durou três horas, de acordo com a coluna de Lauro Jardim.

Segundo a coluna, o relato feito por Picciani a alguns interlocutores revelou que ele ficou “preocupado e tenso” com o que viu na cadeia em Bangu.

Dias antes, o Blog do Moreno afirmou que Picciani encontrou Cabral “muito abatido e desesperado”, e que Cabral teria recebido o presidente da Alerj desta forma: “Pelo amor de Deus! Peça pro Pezão mandar de novo um caminhão-pipa para cá. Quando tinha água em abundância, eu era festejado pelos outros presos. Agora, com água racionada, há dois dias que não tomobanho com medo de ser fisicamente molestado por eles.”

Visita de Picciani a Cabral teria durado três horas

Essas informações surgem no momento em que o ex-governador aguarda a delação premiadado ex-secretário de Obras de seu governo, Hudson Braga, que já está sendo articulada por seus advogados junto ao Ministério Público Federal (MPF). Figuras do alto escalão da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE) devem ser citadas, também de acordo com o colunista Lauro Jardim.