quarta-feira, 8 de março de 2017

Alerj votará contas de Pezão

Uma eventual rejeição das contas pela Casa daria margem para a abertura de um processo de impeachment contra o governador

Rio - A Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa votará, dia 21, pela aprovação ou reprovação das contas do governo estadual referentes ao ano de 2015. Os sete deputados que integram o grupo começaram ontem a analisar os números. Uma eventual rejeição das contas pela Alerj daria margem para a abertura de um processo de impeachment contra o governador Luiz Fernando Pezão. 

A data foi estipulada por Paulo Melo (PMDB), que, quando assumiu a presidência da comissão, em fevereiro, prometeu dar celeridade à votação. Ao menos um parlamentar afirma que votará pela reprovação das contas: Luiz Paulo (PSDB).

Justificativa 

O tucano alega que Pezão maquiou dados do orçamento: “Em 2015, classificou os R$ 6 bilhões que recebeu de depósitos judiciais do Tribunal de Justiça como Receita Corrente Líquida (RCL). Com isso, aumentou a margem para endividamento e gastos com pessoal. Mas não se trata de RCL, porque é dinheiro que você tem que devolver”. Luiz Paulo fala ainda em irregularidades na gestão do RioPrevidência e na concessão de isenções fiscais.

Tocando no assunto...

Em evento do Sebrae-RJ, o deputado Gustavo Tutuca (PMDB), que também é da Comissão de Orçamento, disse ontem que não é o momento de conceder novas isenções: “Temos é que fortalecer as empresas já instaladas aqui, principalmente as pequenas e médias”.

Bastidores

O que se ouve na Alerj é que as contas de 2015 serão aprovadas. Mas que a votação é fundamental para que sejam colocadas em pauta as contas de 2016: essas, sim, com grande potencial ofensivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.