quinta-feira, 23 de março de 2017

Contas do Rio são bloqueadas pela União por não pagamento de dívidas

Segundo o governador, R$ 95 milhões foram confiscados dos cofres fluminenses; medida atrasa ainda mais o pagamento do funcionalismo

Rio - O Estado do Rio esperava o bloqueio das contas pela União a qualquer momento devido ao não pagamento de dívidas cujo governo federal é garantidor, no valor total de R$ 1,36 bilhão. E, segundo o governador Luiz Fernando Pezão, R$ 95 milhões foram confiscados dos cofres fluminenses na noite desta quarta-feira.

"Bloquearam (as contas estaduais) hoje", limitou-se a dizer Pezão, que está em Brasília articulando com a Câmara dos Deputados pela aprovação do projeto de lei complementar da Recuperação Fiscal.

O bloqueio ocorreu em um momento que nem mesmo o calendário de pagamento dos servidores do Executivo foi definido. E a medida acaba atrasando ainda mais o crédito do funcionalismo.

Recuperação Fiscal


A proposta de Recuperação Fiscal suspende em três anos o pagamento de dívidas dos estados em falência, o que evitaria os bloqueios. Mas, em contrapartida, os governos que aderirem ao regime terão que implementar medidas austeras e que afetam sobretudo o funcionalismo. O aumento da contribuição previdenciária para 14% e congelamento de gastos são as ações previstas no texto mais atacadas pelos servidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.