terça-feira, 28 de março de 2017

MUSPE - Nota de Repúdio PELA PRISÃO DE MESAC



O Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais vem a público repudiar a arbitrariedade dos representantes do governo à frente do comando do Corpo de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro, que puniu com a pena de dez dias de prisão o Subtenente BM Mesac Eflain Espíndola, por ter denunciado à imprensa as péssimas condições de atendimento do Hospital Central Aristarcho Pessoa, do Corpo de Bombeiros. A punição começará às 08h00 de 27 de março, e terminará às 08h00 de 06 de abril.
O MUSPE entende que o regulamento disciplinar das forças armadas e auxiliares não deve ser utilizado pelos seus respectivos comandos como instrumento de repressão contra aqueles que, legitimamente, dão voz aos anseios de sua categoria.

Ademais, o referido Bombeiro Militar, que é uma das lideranças sindicais e associativas que compõem o MUSPE, somente denunciou mais um grave caso de negligência e desrespeito do governo estadual para com o serviço público e os cidadãos fluminenses. 

O teor de perseguição política dessa punição de Mesac Eflain fica claro quando lemos, no mesmo boletim que publica seus 10 dias de prisão, que outro Bombeiro Militar recebeu punição de apenas um dia de detimento, por irregularidade na documentação da arma que ele portava (vide foto do documento, em anexo).
Esperamos que as medidas cabíveis sejam tomadas para impedir o injusto cerceamento da liberdade de Mesac Eflain.




Juntos Somos Fortes!


*MUSPE - Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais*

8 comentários:

  1. estão com
    Medo do Mesac assumir lá
    Na Alerj, o cargo de deputado.

    ResponderExcluir
  2. ASSUMIR ATÉ PODE E DEVE, CONHEÇO ALGUNS APÓS SEREM DEPUTADOS MUDARAM DE IDÉIA E COMPORTAMENTO, ESPERAMOS QUE NÃO SEJA O CASO DO MESAC..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ter fé que agora vai, precisamos acreditar!

      Excluir
  3. Assumir o que? Tá de brincadeira! Eu não voto em mesa!

    ResponderExcluir
  4. Tomou 10 dias?
    Merecia 30!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh inveja, se rasga companheiro ...

      Excluir
  5. Prisão injusta, só falou Verdade !

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.