domingo, 5 de março de 2017

NOTÍCIA REAL SOBRE O DÉCIMO TERCEIRO - só depois do aumento do desconto da previdência, que será em 15 dias

Aumento previdenciário será votado em 15 dias na Alerj

Fontes do governo dizem que texto de redução de incentivos fiscais também deverá ir ao plenário neste prazo

Rio - Fontes do Executivo estadual afirmam que o projeto de aumento da alíquota previdenciária de 11% para 14% dos servidores será votado na Alerj em 15 dias. De acordo com as informações, não haveria como esperar quitar os atrasados (acertar uma folha mensal e mais o 13º salário) do funcionalismo por dois motivos. Um é o de que a elevação do desconto para o Rioprevidência é “essencial para o fundo não quebrar e para conseguir honrar as folhas salariais”, e não apenas exigência da União. E o outro é que “o empréstimo de R$ 3,5 bilhões (voltado ao pagamento de pessoal) não sairá tão rápido”.

O presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), vem afirmando que o texto só irá ao plenário da Casa quando os salários tiverem em dia, incluindo o 13º. Mas os integrantes do governo ressaltam que uma operação com bancos para o empréstimo de R$ 3,5 bilhões (tendo como garantia as ações da Cedae) não é rápida. Demoraria, inclusive, cerca de seis meses. Só seria viável o estado conseguir esses recursos com tanta agilidade se, por exemplo, a União antecipasse essas verbas.

Além disso, não há possibilidade, por ora, de uma intervenção federal no Rio, tendo em vista que há Proposta de Emenda Constitucional (PEC) — a Reforma da Previdência — tramitando no Congresso. E a Constituição veda intervenção federal quando isso ocorre.

As informações são de que devem ir ao plenário as propostas de elevação da alíquota previdenciária para 14% e a de redução de 20% dos incentivos fiscais (exigida no acordo de recuperação fiscal entre estado e União e também defendida pelo governo fluminense).

Já a proposta de criação da alíquota extraordinária de 8% — que acarretaria, junto com a de 14%, um desconto de 22% sobre os salários dos servidores — é que deve demorar ir ao plenário, afirmam fontes. 

Representantes do governo ressaltam ainda o prazo dado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux, em decisão publicada em 15 de fevereiro. O magistrado determinou que o Congresso vote a recuperação fiscal dos estados em 30 dias e a Alerj leve ao plenário os projetos com as contrapartidas impostas ao Rio neste mesmo prazo.

A decisão é de ação judicial proposta pelo estado para tentar antecipar os efeitos do acordo com a União sem ter que esperar as votações no Legislativo federal e estadual.

O projeto de recuperação fiscal dos estados será votado na Câmara dos Deputados até a primeira quinzena deste mês, segundo o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). O texto prevê a suspensão do pagamento de dívidas dos estados em calamidade com a União por três anos. Mas as contrapartidas exigidas ao governo do Rio são impopulares e, por isso, os servidores acompanham ‘com lupa’ as datas de votação.

Declaração do IR ano 2016

Os servidores ativos do estado podem pegar os Informes de Rendimento pelo site do http://www.servidor.rj.gov.br/portal-web/index. A Secretaria Estadual de Fazenda informou que o crédito do 13º salário do ano de 2015 foi realizado em cinco parcelas (a 1ª em 17/12/2015; e as demais em janeiro, fevereiro, março e abril de 2016). Por isso, no Informe de Rendimentos Ano-base 2015, apenas o valor proporcional à 1ª parcela foi registrado.

De acordo com a Fazenda, “o saldo restante do 13º salário de 2015, referente às demais quatro parcelas, por ter sido creditado em 2016, deve ser e foi registrado no Informe de Rendimentos Ano-base 2016”.

FONTE: ODIA

19 comentários:

  1. e já passou, e mesac quer ser deputado. para que? ter dois empregos e ganhar mais. a va.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A inveja é uma merda, deixa o cara trabalhar
      Ou vamos continuar sem voz na Alerj

      Excluir
    2. Inveja? Quem apoiou o bandido do Dacciollo falavam a mesma coisa.

      Excluir
  2. os 2oo milhões de habitantes, estão incluído os politico. se não estão tem menos de duzentos.

    ResponderExcluir
  3. Por enquanto eu so voto em daciolo para governador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, para governador só dá pra dar UM voto mesmo....
      Mesac vem Estadual,que era para o Daciolo ter vindo em 2014,pelo menos teria alguém pra brigar no Rio, mas ele sumiu, tá certo

      Excluir
    2. SE DEPENDER DE MIM O KAOCCIOLO NUNCA MAIS,TREMENDO 171.

      Excluir
    3. TÁ MALUCO;ERRAR É HUMANO MAS,PERSISTIR NO ERRO É BURRICE;VOCÊ DEVE TER CAÍDO DO BERÇO QUANDO ERA BEBE.

      Excluir
  4. Isso é estratégia para aumentar o Rioprevidencia. Que a gestão atual e anterior quebraram. Estão pagando a dívida com os credores. Quando olhamos o Diário Oficial vemos os valores q entram de impostos, fora os royalties do petróleo. E então eu pergunto, pra onde está indo esse dinheiro? Estão escondendo o destino dessa verba.

    ResponderExcluir
  5. a verdade e a seguinte, eles fazem o que querem. e o governo federal faz o que querem com o povão. os estados gastam 48 milhões por anos com os governadores e viúva deles. na faixa de 69 mil por mês a cada um até quem ficou um ano ou menos no cargo. e com as viúvas tambem. agora querem aumentar a idade para a aposentadoria. eu voto no profeta, pelo ao menos ele pode prever que estamos fudidos.
    juntos somos fortes....

    ResponderExcluir
  6. NÃO PRECISAMOS DE LIDERANÇA POLÍTICA SENHORES.. BASTA FICARMOS UNIDOS PARA ABALAR ESSE SISTEMA COVARDE E OPRESSOR! PENSEI QUE EESE TAL MESAC NÃO TINHA NENHUMA PRETENSÃO POLÍTICA.. ACABEI ESQUECENDO QUE ELE APREENDEU O CAMINHO DO DINHEIRO E DO PODER COM O FALSO PROFETA!

    ResponderExcluir
  7. NOS MEUS RENDIMENTOS VEIO QUE RECEBI NA PARTE DE RENDIMENTOS ISENTOS E NÃO TRIBUTÁVEIS (OUTROS: VALOR DE 11.750,45), E POR CIMA NÃO VEM DESCRITO QUE DINHEIRO É ESSE.

    POR QUE NUNCA RECEBI TAL VALOR. AGORA VOCÊ PENSA, VOCÊ NAO RECEBE O SEU SALÁRIO O QUE É DE DIREITO E POR CIMA DIZ QUE PAGOU ALGO QUE NUNCA RECEBI... PESSOAL AJUDA AÍ A ESCLARECER TAL FATO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antigamente descontávamos IR sobre o auxílio moradia e agora não descontamos mais. Desta forma todo esse rendimento agora entra como rendimentos não tributáveis. Lembra que várias ações estão sendo propostas para que se receba o retroativo?

      Excluir
  8. união, qual união só se for a q faz açúcar,mesac vai ser apenas uma agulha no palheiro, nossa luz no fim do túnel é daciolo para governador!
    Podem acreditar!

    ResponderExcluir
  9. Ficar criticando o daciolo não vai solucionar nossos problemas
    Afirmo q nossa única chance é daciolo para governador!

    ResponderExcluir
  10. Temos 400.000 servidores e não conseguimos mobilizar nem 5℅ e vcs querem mesmo falar união?
    Vcs estão de sacanagem!

    ResponderExcluir
  11. Daciolo nunca mais trabalhei com ele no posto 6 da barra como gv tranquilo agora na politica esquec3u quem votou nele e mistura religiao com politica

    ResponderExcluir
  12. Ridículo, demagogo, inútil, vendido, quem ainda acredita em Kaociolo ?

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.