quarta-feira, 12 de abril de 2017

SERVIDORES REALIZAM ATO EM FRENTE AO TRIBUNAL DE CONTAS


Servidores ativos, inativos e pensionistas do estado receberão salário de fevereiro na segunda

Manifestação do Muspe, nesta quarta-feira, em frente ao TCE 

RIO - Após a confirmação do pagamento dos salários de março dos servidores da Segurança, na manhã desta quarta-feira, o governo do Estado do Rio informou que todos os servidores do estado que ainda não receberam o pagamento referente ao mês de fevereiro receberão o salário na próxima segunda-feira, dia 17. Serão depositados R$ 588 milhões para 212 mil servidores. Os vencimentos serão creditados ao longo do dia.

Já os servidores ativos da Educação e do Departamento Geral de Ações Sócio-educativas (Degase) receberão os salários de março também no dia 17, além dos servidores ativos, inativos e pensionistas da Segurança (policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária e órgãos vinculados).

POLÍCIA CIVIL EXIGIRÁ PAGAMENTO NO 5º DIA ÚTIL

Mais cedo, os policiais civis decidiram, após reunião, que vão preparar uma pauta de reivindicações urgentes para ser entregue ao governo do Rio. Entre as principais exigências estão a manutenção do calendário de pagamento da categoria no 5º dia útil de cada mês, e não mais no 10º dia, como tem sido feito pelo estado. O documento será preparado com o apoio do Ministério Público do Trabalho (MPT) em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE), que vão mediar os conflitos entre policiais civis e o governo, a fim de que o pleito da categoria seja discutido.

Os policiais civis também reivindicam o pagamento da gratificação de Premiação por Metas, que não é paga aos agentes desde o segundo semestre de 2015, o pagamento do 13º salárioe e das horas extras — o chamado Regime Adicional de Serviços (RAS) — que desde setembro não são depositadas pelo estado, segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Rio (Sindpol-RJ).

FONTE: EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.