quarta-feira, 3 de maio de 2017

Em dia ameno na Alerj, PM esquenta o clima do lado de fora


Batalhão de choque no entorno da Alerj Foto: Divulgação

Se a sessão desta quarta-feira (3) correu tranquilamente na Assembleia Legislativa, o lado de fora do Palácio Tiradentes parecia pronto para uma guerra.

Quem chegou ao centro da cidade estranhou a concentração de policiais militares na área da Praça XV. Além de dois microônibus, ao menos três viaturas do Batalhao de Choque estavam estacionados no entorno.

O número de policiais causou surpresa até mesmo na presidência da Casa. O gabinete do deputado André Ceciliano (PT), que vem substituindo Picciani durante sua licença médica, só tinha uma certeza: a ordem para o reforço não tinha partido de lá.

Mas a explicação acabou chegando. Informações divulgadas em redes sociais davam conta de uma possível manifestação do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe) que, até agora, não aconteceu.

Com a cidade em polvorosa com a recente onda de violência, pegou mal.

FONTE: EXTRA