quinta-feira, 11 de maio de 2017

Governo paga a servidores da Segurança e Educação nesta sexta

Pagamento chegou a ficar ameaçado por falta de verba

Rio - O governo estadual pagará amanhã, dia 12, os salários dos servidores que atuam nas áreas da Segurança e da Educação. “Vamos fechar a folha desses dois segmentos em dia por conta de melhora nas receitas, principalmente com ICMS e royalties do petróleo, no último mês”, diz o secretário da Casa Civil, Christino Aureo (PP).

“Feito isso, a prioridade total será voltada para o pagamento dos demais setores do funcionalismo”, conclui, sem arriscar uma data para que tais depósitos sejam feitos.

O Palácio Guanabara não sabia, até o início da tarde de ontem, se conseguiria sequer arcar com a remuneração das polícias Civil e Militar. A surpresa com a arrecadação foi, em meio a tantos revezes, uma boa notícia para o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB).

Contemplados

O pagamento de funcionários da Segurança inclui servidores ativos, inativos e pensionistas. Já na Educação, que abrange também o Degase, apenas os da ativa.

Investimento

Os salários que serão depositados amanhã representam despesa de R$ 915 milhões ao governo estadual.

Bate na madeira 

O único fator que poderia atrapalhar os planos é um novo arresto ou bloqueio nos cofres do Palácio Guanabara nas próximas 24 horas.

Fim da noventena

A melhora na arrecadação com ICMS está relacionada ao aumento das alíquotas que a Assembleia Legislativa aprovou, em dezembro, para produtos como gasolina, cerveja, refrigerante e energia elétrica. Como a medida só passa a valer após noventena (três meses), só agora o governo começa a colher os frutos. O ICMS elevado vai vigorar enquanto durar o decreto de calamidade pública.

Um comentário:

  1. Mentiraaaaa, não recebi à pensão alimentícia, e digo mais meu ex é da ativa. Se ele recebeu, cadê a pensão??

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.