terça-feira, 13 de junho de 2017

Governo do Rio vai pagar, nesta quarta-feira, R$ 700 do salário de abril a 207 mil servidores


-

O governo do Rio anunciou que vai pagar, nesta quarta-feira, R$ 700 respectivo ao salário de abril a mais de 207 mil servidores públicos estaduais que ainda não receberam o vencimento. O Estado informou que serão gastos R$ 138 milhões. O Palácio Guanabara não deu, porém, previsão para que todo o vencimento seja quitado.

Desta forma, o Rio vai completar dois meses de salários atrasados com essa parcela do funcionalismo. O grupo formado por inativos da Educação, e servidores das Secretarias de Ciência e Tecnologia, e de Cultura, em sua maioria, deveria ter recebido o salário de abril no dia 15 de maio. O salário de maio destes servidores, que deveria ser depositado nesta quarta, não possui qualquer previsão de pagamento.

A Secretaria de Fazenda informou, também, que paga amanhã os servidores da Segurança Pública, além de ativos vinculados à Secretaria de Educação.

Confira a nota do governo da íntegra:




A Secretaria de Estado de Fazenda deposita, nesta quarta-feira (14/6), R$ 138 milhões referentes ao salário de abril para os servidores públicos que até o momento não receberam os seus vencimentos. Este total representará um valor individual de R$ 700, que será depositado ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário. De acordo com o resultado da arrecadação, a Fazenda anunciará em breve quando se dará novo depósito. A partir do crédito que será efetuado amanhã, o Estado terá pago R$ 1,2 bilhão líquido da folha de abril. O valor líquido da folha do Executivo é de R$1,6 bilhão.

Também nesta quarta-feira (14/6), o Estado depositará os salários integrais de maio dos servidores ativos da Educação e do Degase e de todos os servidores ativos, inativos e pensionistas da Segurança - policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária e órgãos vinculados. Ao todo será depositado o valor líquido de R$ 913,7 milhões para 240 mil ativos, inativos e pensionistas. O pagamento dos ativos da Educação será efetuado com recursos do Fundeb e o da Segurança, com recursos do Tesouro. Os vencimentos serão depositados ao longo do dia, mesmo após o fim do horário bancário.


Fonte: Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.