sexta-feira, 2 de junho de 2017

Projeto que estende calamidade pública até 2018 obriga Estado a convocar agentes






A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) encerrou a votação do projeto que estendeu o período de calamidade pública no Estado até o fim de 2018.


O texto original ganhou duas emendas. Elas obrigam as convocações de papiloscopistas aprovados para a Polícia Civil, em 2014, e soldados, aprovados no mesmo ano, que aguardam a chamada para a Polícia Militar. As duas emendas são da deputada Martha Rocha (PDT).


O texto seguiu para sanção do governador Luiz Fernando Pezão.


Fonte:EXTRA

7 comentários:

  1. Respostas
    1. POR QUE VC NÃO ESTUDOU PRA SER ENGENHEIRO.AGORA CHORA NENEM

      Excluir
  2. Que Alerj legal. Parabéns para a marta Rocha, que só lembra da PC e PM; E o CBMERJ fixa de fora.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vender bala no sinal da mais dinheiro

      Excluir
    2. Esses políticos acabaram com o país,e o povo é que se F...

      Excluir
    3. E os merdas desses bandidos só matam pessoas de bem.

      Excluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.