quarta-feira, 5 de julho de 2017

Às vésperas da 'Ponto Final', Alerj barrou mais transparência nos repasses do governo à Riocard

Em 2017, Estado já pagou R$ 177 milhões em subsídio do Bilhete Único



RIO - Seis dias antes de a operação "Ponto Final" levar à prisão os principais donos de empresas de ônibus do Rio, acusados de subornar autoridades do Estado, a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) rejeitou uma emenda que daria mais transparência aos repasses de dinheiro público pelo governo estadual à Riocard, empresa privada controlada por alguns dos presos na segunda-feira que opera o sistema de Bilhete Único usado pela população fluminense. Anualmente, o governo repassa uma verba à Riocard a título, entre outros pontos, de subsídio do Bilhete Único.


No último dia 27, a Alerj votava a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano que vem. A emenda 204, proposta pela bancada do PSOL, determinava que o governo, ao designar os repasses à Riocard no orçamento do ano que vem, detalhe "os valores recebidos por concessionária e por tipos de despesa (Tarifa Social, subsídio ao Bilhete Único e outros tipos)". A proposta foi rejeita pela plenário da Alerj por 26 votos a 16.

Nos cinco primeiros meses de 2017, o governo do Rio pagou à Riocard como subsídio do Bilhete Único um total de R$ 177 milhões.


ALVOS COM FORO NA MIRA


Na "Ponto Final", os investigadores do Ministério Público Federal (MPF) identicaram os destinatários de R$ 260 milhões em propina pagos pela Fetranspor. Quase a metade foi para o ex-governador Sérgio Cabral (R$ 122 milhões). Segundo os procuradores, porém, o esquema movimentou cerca de R$ 500 milhões, envolvendo também autoridades com foro privilegiado, e por isso ficaram excluídas da operação.


Investigações apontam que conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) e deputados estaduais também receberam da Riocard.

- A Fetranspor não perde votação na Alerj. Essa foi só mais uma delas, e semana passada. Era uma coisa simples, queríamos a comprovação detalhada das despesas. Transparência para eles é uma palavra diabólica - diz o deputado Eliomar Coelho (PSOL), um dos que votaram pela aprovação da emenda.

Esse novo desdobramento da Lava-Jato no Rio pode aumentar a pressão sobre os deputados para cobrar mais transparência na relação do governo com as empresas de ônibus.

- Se esta emenda tivesse sido votada nesta semana agora, acho que teria mais chance de passar. O valor é muito alto e a transparência é pouca. Aliás, a Riocard assumiu a operação do Bilhete Único sem passar por um processo licitatório - acrescenta o deputado Luiz Paulo (PSDB), outro que também votou a favor da emenda.

A base do governo foi majoritariamente contra. Integrante da bancada do PMDB, Paulo Melo, diz que rejeitou a proposta por uma questão formal.


- Isto é matéria de Lei Orçamentária, para ser decidida lá na frente. Está errada na forma, não tem que ser decidido no debate de diretrizes do Orçamento, que é uma fase anterior - disse, sem se comprometer a apoiar a proposta quando o Orçamento for votado.

- Não teria problema nenhum em votar a favor, é questão de formar convicção, é preciso ver.

Atualmente, o Bilhete Único custa R$ 8 e dá direito aos passageiros de usar os transportes públicos do estado por três horas. A Riocard repassa ao governo o valor gasto que excede a tarifa e o governo cobre a diferença, em forma de subsídio. Em 2017, segundo a secretaria estadual de Transportes, os repasses à Riocard têm sido de R$ 35,4 milhões por mês, em média, contando os cinco modais (ônibus, van, trem, barca e metrô).

Fonte:   O GLOBO

9 comentários:

  1. Boa noite,não bastasse a violência que vivemos,os militares que irão cursar o cefs 2017,não poderão utilizar instalações do cefap para vestir suas fardas,e terão que sair fardados de suas casas,quem tem carro poderá estacionar,mesmo correndo o risco de estar fardados e dirigindo e quem não tem carro, e quem mora em comunidades dominadas pelo tráfico,e agora José,pode isso Arnaldo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro que utilize os espaços em frente ao campo, tem um alojamento, sob a piscina, tem 2. Apesar que se essa afirmação for verdadeira, é absurda mesmo. Mas evite andar fardado.

      Excluir
  2. Queremos o cumprimento da lei 7.121/15 já. Cade o decreto que regulamenta esta lei com a consequente queda do intertício para os praças da QBMP/AXé 06.

    Alou Mesac, se você que está colado com o governador não conseguir este feito pode ter certeza que será menos 10 mil votos no mínimo em 2018.
    O que você está fazendo por nós?????????????????
    Mais um político as nossas custas.
    Pode tirar o cavalinho da chuva meu amigo.

    Promoção dos QBMP/06/ Axé já.
    Que a lei seja cumprida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesac já é Deputado ????
      Vamos pensar, minha gente!
      Primeiro a gente vota e DEPOIS a gente cobra!

      Excluir
    2. Mesac colado com o Pezão ???
      Que eu saiba ele é o pesadelo do Governo...kkkkkm

      Excluir
  3. Sem ser Deputado Mesac já trabalha como se fosse um...
    A galera até confunde..kkkk

    ResponderExcluir
  4. Então,
    Fica uma pergunta: Mesac sendo eleito, pode ser q aconteça o mesmo q acontece hj com o DACIOLO, ou seja, por enquanto, como muitos vêem, sem muita representatividade lá dentro. Até por q é a PRIMEIRA VEZ DO CARA. Pergunta: faremos o q? Abandonaremos como muitos querem fazer com o DACIOLO. Reflitam...
    Vc pode estar na mesma situação dele. Outra pergunta: vai ter "peito" pra fazer o q ele faz? É... Não tinha pensado assim?

    Respeitosamente
    Leandro Heiser

    ResponderExcluir
  5. Maldito homem que confia em outro homem!

    ResponderExcluir
  6. Sou o deputado estadual pela Bahia soldado prisco , fico triste em ver uma luta tão grande aonde tbm tive a pequena participação se deteriorar assim , espero um dia poder ajudar vcs bombeiros nessa luta contra uma corrupção que acabou com o estado do Rio de Janeiro , ao meu amigo Darciolo realmente tenho muito tempo que não falo com ele cheguei a procurar um tempo mas não obtive resposta que Deus continue abencoando ele e ele abra a cabeça para o seu povo , sobre Janira rocha uma grande guerreira que merece todo meu respeito e consideração !!

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.