quarta-feira, 5 de julho de 2017

Muspe reinicia campanha de doação de alimentos para servidores do RJ

Cestas básicas serão distribuídas a partir de 15 de julho. Em dezembro de 2016, cestas foram distribuídas a cerca de 300 famílias.






Com apenas parte do salário de abril quitado e sem perspectiva a curto prazo de receber o salário de maio, o Movimento Unificados dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe), do Rio de Janeiro, deu início a mais uma campanha de arrecadação de alimentos. O objetivo ajudar os cerca de 115 mil funcionários ativos, inativos e pensionistas que ainda não receberam o salário total de abril. O estado tem aproximadamente 209 mil servidores.


Em dezembro de 2016, o Muspe conseguiu arrecadar alimentos suficientes para montar cerca de 300 cestas básicas que foram distribuídas pouco antes do Natal.


Os alimentos não perecíveis podem ser entregues de segunda a sexta-feira, nos seguintes endereços no Centro do Rio:


Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe), na Rua Evaristo da Veiga 55, 7º andar;

Coligação dos Policiais Civis (Colpol), na Rua Sete de Setembro 141, 2º andar;

Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sind-Justiça), na Travessa do Paço 23, 13º andar;

Universidade do Estadual do Norte Fluminense (Uenf), na Avenida Alberto Lamego 2.000, no Parque Califórnia, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.


Os interessados também podem fazer depósitos em dinheiro na conta do Sind-Justiça, no Bradesco, na agência 6246, conta 80160-7.


Segundo a coordenação do Muspe, com os alimentos serão montadas cestas básicas que começarão a ser distribuídas a partir do dia 15 de julho, nos postos de arrecadação, das 9h às 15h, sendo aos sábados no Sind-Justiça, às terças no Sepe, às quartas na Colpol e às sextas na Uenf.


Para retirar a doação, o servidor deve apresentar a carteira de identidade e o contracheque.


Fonte: G1




Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.