terça-feira, 11 de julho de 2017

Estado quita a folha de pagamento de abril nesta quarta-feira



Segundo a Secretaria de Estado de Fazenda, no total, serão depositados R$ 210 milhões.




A Secretaria de Estado de Fazenda quitará, nesta quarta-feira, os salários de abril para os servidores ativos, aposentados e pensionistas que ainda não receberam o montante integral. Segundo a pasta, serão depositados R$ 210 milhões.

Os valores serão creditados ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário. O valor líquido da folha do Executivo é de R$1,6 bilhão. Os servidores também não receberam os salários de maio e junho.

Secretário de Pezão deixa o cargo por causa de atraso salarial dos servidores

Secretário estadual de Ciência e Tecnologia do Rio, Pedro Fernandes anunciou,
na manhã desta terça-feira, que deixará o cargo até o fim do mês. Ele disse que a decisão foi tomada por causa do frequente atraso salarial dos servidores estaduais e por discordar do escalonamento feito pelo governo. Pedro pediu demissão após se reunir, nesta segunda-feira, com o governador Luiz Fernando Pezão.
Por causa da crise, os pagamentos dos salários dos professores estão atrasados no estado. No entanto, o depósito ocorre em datas diferentes para os que são ligados à Secretaria de Educação e para os da Ciência e Tecnologia. Os profissionais da Educação, como aqueles que dão aulas nos ensinos Fundamental e Médio, e os da Segurança recebem o salário antes dos que são subordinados à Ciência e Tecnologia, como os da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e da Faetec.

Fonte:  O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.