domingo, 27 de agosto de 2017

CEM VIDAS / SEM VIDAS



O MAPA DO CRIME




Conheça os policiais militares que morreram em 2017

Uma centena de PMs já perderam a vida este ano no Rio de Janeiro. Clique nas imagens e veja quem são, como e onde eles foram mortos











Fonte: G1







2 comentários:

  1. Boa tarde! Toda autoridade provém do Senhor Deus. No livro de Efésios capítulo 06,à partir do versículo 10, diz: "que a luta desse século não é contra pessoas e sim contra seres espirituais da maldade nos lugares celestiais". A única maneira de mudarmos essa situação é confiarmos em Deus. Infelizmente os poderes do mal se infiltrou em todas as esferas da administração pública e também permeia as mentes da sociedade com valores deturpados a respeito da família, da autoridade dos pais, do verdadeiro sentido de ser livres. Hoje podemos dizer que a nossa sociedade são compostas por mortos vivos, ou seja, pessoas que buscam a alegria em uma liberdade pautada em obter ganhos que lhe tragam prazeres em extremos, não importando como. Só que as satisfações são passageiras e demandam mais estímulos para se renovarem. Estímulos estes já incutidos nas mentes das pessoas pela mídia e não mais pela família bem estruturada e temente a Deus e seus Valores que são os verdadeiros fundamentos para satisfação humana. Somos militares e não podemos aceitar a banalização dos verdadeiros valores. No nosso regulamento diz que a base da hierarquia é a disciplina. Os policiais militares precisam tomar posição contra as coisas erradas que estão institucionalizas na sua corporação. Num passado bem próximo os bombeiros disseram não ao errado e alguns foram presos e hoje vemos que os comandos estão mais atentos a necessidade da tropa. Se a os policiais militares não tomarem posse da autoridade dada a cada um deles por Deus e utiliza-lá para o bem eles continuarão ser mortos pelo inimigo. Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor!

    ResponderExcluir
  2. Só morre praça! Se oficiais morressem, medidas enérgicas seriam tomadas.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.