sábado, 12 de agosto de 2017

Conselheiro do Tribunal de Contas do Rio negocia delação premiada

Domingos Brazão sinalizou aos investigadores que tem condições de entregar o deputado estadual Jorge Picciani

O conselheiro Domingo Brazão(á frente) chega á PF (Foto:  Fabiano Rocha / Agência O Globo)


Afastado do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro desde março, quando foi preso na Operação Quinto do Ouro, o conselheiro Domingos Brazão tenta emplacar uma delação premiada. A interlocutores, ele tem dito que vai retomar suas funções no tribunal. Para isso, entregará às autoridades o deputado estadual Jorge Picciani, presidente do PMDB fluminense e da Assembleia Legislativa do Rio. Brazão foi filiado ao partido e contou com a ajuda de Picciani para ser indicado ao tribunal.

Atualização: Após a publicação da notícia, o advogado de Brazão, Pierpaolo Bottini, entrou em contato para dizer que seu cliente não está negociando um acordo de colaboração premiada.




Fonte: Época

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.