terça-feira, 26 de setembro de 2017

Estado não vai conseguir pagar salários de agosto dos servidores até o fim de setembro



EXTRA - RIO DE JANEIRO RJ - 15/08/2017 - Solidariedade no dia dos pais. Os cemitv©rios Jardim da Saudade de SULACAP e PACIväNCIA inovaram este ano e nv£o fizeram neste dia dos pais, as suas tradicionais apresentavßvµes musicais para os visitantes. Toda verba da apresentavßv£o foi revertida para a compra de 1000 cestas bv°sicas, doadas aos servidores pv?blicos estaduais hoje no Sindicato Estadual dos Profissionais de Educavßv£o (Sepe). " Esta foi a forma que encontramos de mostrar nossa solidariedade com a situavßv£o dos servidores pv?blicos municipais, nv£o v© muito mas esperamos que possa ajudar", explica a diretora do Grupo Jardim da Saudade Fabienne Bezerra. FOTO: DIVULGACAO/PSALLUM



O Secretário de Fazenda e Planejamento, Gustavo Barbosa, confirmou nesta segunda-feira, em entrevista ao EXTRA, que não trabalha com a hipótese de pagar, ainda nesta semana, o salário de agosto para os 74.725 servidores que ainda aguardam o vencimento.

— Não tenho essa expectativa. A gente trabalha todo dia para melhorar a receita. Mas, de forma muito transparente, não temos essa perspectiva — lamentou Barbosa.

A dívida é de R$ 384 milhões somente sobre o salário de agosto. Quase 84% do funcionalismo teve o vencimento depositado.

Barbosa explicou que o Estado só terá normalidade quanto ao pagamento dos salário com a realização do pregão para a contratação do empréstimo de até R$ 3,5 bilhões, que dará como garantia as ações da Cedae.

— A maior consequência da demora para a realização do pregão é o atraso do salário dos servidores. Garanto que a chegada do empréstimo dará condições ao Estado para quitar suas obrigações em dia. Seja o 13º salário de 2016, seja RAS, seja os vencimentos que estão por vir — disse o secretário.

Barbosa não garantiu se haverá, ao menos, o pagamento de alguma parcela aos servidores que ainda aguardam seus vencimentos:

— Nesta semana, o Estado faz a transferência obrigatória do duodécimo aos poderes.





Fonte:  EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.