quinta-feira, 7 de setembro de 2017

INDEPENDÊNCIA, PRA QUEM ?

Nenhum texto alternativo automático disponível.


Neste 7 de setembro de 2017, desejamos viver os efeitos da independência, soltar mais uma vez o nosso "Grito do Ipiranga: Independência ou morte!", e não ficar, somente no grito de liberdade.


Em 195 anos de independência, não temos muito o que comemorar...

Precisamos trazer à memória, em nossos corações, em nossos peitos brasileiros,o significado da palavra "INDEPENDÊNCIA"- características de quem é livre, autônomo,soberano,justo, isento, imparcial, liberto.

Não é isso que temos visto, na condução da nossa nação: prisioneira do déficit, da dívida pública e dos escândalos de Corrupção.

O trabalhador que labuta até mais de 12 horas por dia, sete dias por semana para levar o sustento para família brasileira, não tem liberdade !

Cadê a nossa independência ?


Somos escravos de um sistema que até hoje nos oprime, de hábitos nefastos, adquiridos na época da barganha e negociatas entre nossos colonizadores, que refletem até hoje, no comportamento imoral dos nossos governantes.

INDEPENDÊNCIA OU MORTE, 
quanto a politica atual do Brasil;

INDEPENDÊNCIA OU MORTE, 
quanto a segurança pública, no Brasil;

INDEPENDÊNCIA OU MORTE, 
quanto a saúde pública no Brasil;

INDEPENDÊNCIA OU MORTE,
quanto a Educação pública básica, média e superior no Brasil;

INDEPENDÊNCIA OU MORTE, 
quanto distribuição de renda no Brasil;

INDEPENDÊNCIA OU MORTE, 
quanto à moralidade nas isenções fiscais no Rio e no Brasil;

INDEPENDÊNCIA OU MORTE, 
quanto ao corte e equilíbrio dos cargos comissionados no Brasil;

INDEPENDÊNCIA OU MORTE, 
quanto ao escárnio das privatizações da Amazônia e das riquezas do Brasil;


"INDEPENDÊNCIA OU MORTE", uma vez mais!




Mesac Eflaín
Presidente
Associação dos Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro.