terça-feira, 24 de outubro de 2017

Estado vai analisar arrecadação para saber se terá como pagar parte dos atrasados


Servidores pedem socorro


A semana será de espera para os servidores que aguardam algum salário devido pelo governo do estado. Segundo o governador Luiz Fernando Pezão, um novo pagamento até a próxima sexta-feira “vai depender da arrecadação”. Ele lembrou, também, que “desde o dia 20 está repassando (o duodécimo) aos Poderes”. A parcela mensal do Orçamento destinada ao Legislativo e ao Judiciário — de forma obrigatória — servirá para o pagamento dos salários de outubro daqueles servidores.

Enquanto isso, segue o martírio dos funcionários vinculados ao Executivo. O governo deve a pouco mais de 15 mil funcionários ativos, inativos e pensionistas o salário de agosto. Este grupo tem vencimentos considerados altos pela Secretaria de Fazenda, acima de R$ 6.161, e integra pastas como a de Ciência e Tecnologia. A dívida total é de R$ 163 milhões.

A ideia de integrantes do governo é de encerrar a pendência frente aos vencimentos de agosto para retomar o pagamento de setembro. No caso desta folha, são mais de 221 mil vínculos não pagos — incluindo os que não receberam agosto. O valor aberto é de R$ 650,3 milhões.





Fonte:  EXTRA