terça-feira, 17 de outubro de 2017

Grupo de 15 mil servidores do Rio soma três meses sem salário

Estado diminui a dívida


O governo do Rio anunciou que realizará dois tipos de pagamento nesta terça-feira, dia 17 de outubro. Os vencimentos de setembro dos servidores vinculados à Secretaria de Fazenda e Planejamento e ao Proderj serão depositados integralmente. Em relação aos proventos de agosto ainda pendentes, o depósito vai beneficiar ao restante dos ativos da Saúde, além de todos aqueles que recebem até R$ 6.161 líquidos.

Depois disso, o Estado ainda vai deixar 15.375 funcionários públicos à espera de uma nova rodada de pagamentos. Esses trabalhadores são os que estão em pior situação, na comparação com todos os mais de 460 mil servidores, pois aguardam os salários de agosto e setembro, além do 13º de 2016.


Os mais prejudicados pertencem à Secretaria de Ciência e Tecnologia. Muitos são docentes da Universidade do Estado do Rio (Uerj). Além destes, os inativos da Secretaria de Fazenda e Planejamento também clamam por socorro.

O atual cenário já se assemelha ao vivido em agosto. Com recursos da venda da folha de pagamento, o governo pagou três meses de vencimentos — maio, junho e julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.