quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Oficial do Corpo de Bombeiros do Rio é denunciado por venda de alvarás.

Eric Soledade do Lago é suspeito de integrar uma quadrilha que funcionava nos quartéis da corporação.


Resultado de imagem para Oficial do Corpo de Bombeiros do Rio é denunciado por venda de alvarás.


A Justiça do Rio de Janeiro aceitou denúncia contra o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Eric Soledade do Lago, acusado de integrar uma quadrilha que funcionava nos quartéis da corporação e recebia propina para conceder alvarás de licença a estabelecimentos comerciais na região metropolitana sem cumprir as exigências necessárias para o funcionamento. Ao ser preso, em casa, ele tinha um revólver com numeração raspada e mais de 50 cartuchos. 


O tenente-coronel Eric Soledade do Lago virou réu ao ter a denúncia aceita pela Justiça do estado. 

No dia 12 de setembro, a Corregedoria-Geral Unificada da Secretaria de Segurança Pública e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) realizaram a Operação Ingenium para cumprir mandados de prisão contra 38 pessoas, das quais 35 bombeiros militares e três empresários, acusados de integrar a quadrilha. No momento em que se buscava cumprir o mandado de prisão de Eric, foram encontradas em sua casa a arma e as munições. O oficial teve negado o pedido de liberdade provisória.


De acordo com o MPRJ, a investigação começou com escutas telefônicas feitas em 2015, referentes a uma investigação sobre agiotagem, na qual um bombeiro estava envolvido. Os diálogos eram cifrados e que gírias eram usadas para se referir aos valores. O MPRJ informou ainda que o grupo negociava a liberação de estabelecimentos comerciais sem as exigências e fiscalização necessárias no processo legal, por meio do controle dos serviços técnicos conhecido como Setor de Engenharia.





Fonte:  O DIA

Um comentário:

  1. Depois dessas investigações toda ainda vão aposentar esses oficiais com direito a tudo. Escuta que estou dizendo.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.