quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Bombeiros lotam galerias, mas Alerj adia mudança nas regras de promoção


Profissionais de saúde dos Bombeiros na Assembleia


Os bombeiros se organizaram para estar presentes e acompanhar a sessão que poderia mudar as regras de promoção dos profissionais de saúde da corporação.


Só que o veto parcial ao projeto de lei 3.163/17, de autoria do próprio Poder Executivo, saiu de pauta e ficou para ser apreciado depois de uma reunião com o governo, prevista para a semana que vem.

Mesmo assim, o pessoal está animado e faz barulho — e fazendo inclusive com que o presidente interino da Casa, André Ceciliano (PT), pedisse silêncio algumas vezes.

Quando a mensagem 24/2017 chegou à Assembleia, os deputados apresentaram várias emendas, incluindo uma para diminuir o tempo necessário para que médicos e enfermeiros sejam promovidos de cabo a sargento, de doze para seis anos.

E é essa mudança que foi vetada.

O tema saiu de pauta porque não havia acordo sobre a rejeição. Traduzindo: se fosse votado hoje, o veto poderia ser mantido.

Mas as deputadas Enfermeira Rejane (PCdoB) e Tia Ju (PRB) não se fizeram de rogadas e saíram colhendo assinaturas para garantir que, quando voltar ao plenário, o pedido da categoria seja atendido.

E conseguiram: até o momento, já são 38 assinaturas reunidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.