terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Governo do Rio confirma pagamento, nesta quarta, do 13º de 2016 e do salário de outubro

Recuperação fiscal do Rio de Janeiro.

O Estado do Rio, por meio da secretaria de Fazenda e Planejamento, confirmou que irá realizar, nesta quarta, o pagamento do que é devido sobre o 13º salário de 2016 e a respeito da folha de outubro a servidores ativos, aposentados e pensionistas. O valor total que será gasto chega a R$ 1,8 bilhão. Com isso, o Estado seguirá devendo o vencimento de novembro a mais de 200 mil funcionários.

Outra confirmação feita diz respeito ao pagamento do 13º salário de 2017 dos servidores da Educação. No total, 79,8 mil funcionários ativos terão direito ao vencimento. Os recursos para o pagamento são provenientes do Fundeb.

Veja a nota do governo do Rio na íntegra:


A Secretaria de Estado de Fazenda paga nesta quarta-feira (20/12) o 13º salário de 2016 e os salários de outubro de 2017 que estavam pendentes para uma parte do funcionalismo público. Ao todo, será depositado R$ 1,8 bilhão líquido. Todos os pagamentos serão efetuados com os R$ 2 bilhões provenientes da primeira parte do empréstimo de R$ 2,9 bilhões do BNP Paribas ao Governo do Estado. O recurso de R$ 2 bilhões está sendo destinado integralmente para o pagamento da folha bruta do funcionalismo público.

13º salário de 2016:


Em relação ao 13º salário de 2016, será depositado amanhã R$ 1,231 bilhão líquido para 249.927 servidores ativos, inativos e pensionistas, que até a presente data não haviam recebido o abono. O 13º salário de 2016 encontrava-se integralmente quitado para 245 mil ativos, inativos e pensionistas, em um total de R$ 477 milhões.

Salário de outubro de 2017:


Serão depositados nesta quarta-feira (20/12) R$ 567,8 milhões líquidos referentes aos salários de outubro para 209.917 ativos, inativos e pensionistas. Os vencimentos do referido mês haviam sido quitados para 255.810 ativos, inativos e pensionistas, em um total de R$ 1,015 bilhão.

13º salário de 2017 da Educação:


A Secretaria de Estado de Educação paga nesta quinta-feira (21/12) o 13º salário de 2017 para os 79.864 servidores ativos da pasta e do Degase. Os recursos utilizados para este pagamento são provenientes do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Todos os pagamentos que ocorrerão amanhã e quinta-feira serão efetuados ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário.

Previsão para os próximos pagamentos:


O Estado aguarda para até 60 dias, a partir da data de assinatura do contrato com o banco, ocorrido na última sexta-feira (15/12), a liberação dos R$ 900 milhões que complementam o valor total do empréstimo para pagar as pendências da folha dos servidores. O Governo do Rio está empenhado para que este recurso seja liberado pelo BNP Paribas o mais rapidamente possível.





Fonte: O EXTRA

Um comentário:

  1. *ATENÇÃO*
    *PMERJ...PCERJ...CBMEJ*
    *NÃO É BOATO*
    *NÃO É KAOSAP*
    *Façam chegar ao maior número de servidores públicos possível é muito SÉRIO, depois não adianta correr para o judiciário, pois levará 3 anos até você obter uma resposta.*
    *Esse corrupto e desgovernado está Armando a maior sacanagem conosco.*
    👇🏾👇🏾👇🏾👇🏾💰💰
    *Senhores este é um aviso para todos e para podermos correr atrás antes do leite derramar*
    *Segundo fontes sérias do SEPLAG até porque é de interesses deles também nos avisa que o contracheques do 13°/2017 .... já está pronto e aguardando ordens para ser público, até aí morreu o Neves*...🙊🙊
    *Então qual é a 💩.... É o seguinte:*
    *Segundo essa fonte é surreal e inconstitucional o que está nos contracheques e está deixando todos do SEPLAG de cabelo em pé.*
    *É que os contracheques do 13° de 2017 está com descontos de 14% da Previdência retroativo aos salários de Set/Out/Nov e Dezembro de 2016.*
    *Ah....mais isso não pode, isso todo mundo sabe, porém vocês verão, se não nós movimentarmos rápido.*
    *Peço que Compartilhem rápido para não termos o dissabor de termos mais essa sacanagem em nossos currículos de vida.*

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.