terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Folha mensal vira prioridade e restante do 13º salário fica em segundo plano no Estado

-

Diante do cenário apertando para os próximos dias, o governo garante que toda a arrecadação que tiver a partir de fevereiro será direcionada para os salários de janeiro.

Desta forma, qualquer pagamento do que resta do 13º salário de 2017 está praticamente descartado pelo Executivo.

Vale lembrar que o Rio deve o abono natalino a 167.111 servidores ativos, inativos e pensionistas. A dívida estimada chega a R$ 1,1 bilhão.

Entre integrantes do governo, somente a operação de antecipação de royalties, de R$ 1,6 bilhão, será capaz de bancar a dívida do 13º.



Fonte: EXTRA