segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Pezão adia mais uma vez prazo para pagar restante do 13º: 'Até o final de março'

O governador Pezão tem esperança em conseguir a antecipação dos royalties do petróleo


O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, deu nova data para pagar as pendências relacionadas ao13º salário de 2017. Na semana passada o governador afirmou à imprensa que o pagamento do restante do abono natalino seria pago até o fim da primeira quinzena de março. Hoje, porém, Pezão afirmou ao EXTRA que o pagamento só sai no fim de março.

— O pagamento depende da securitização dos royalties do petróleo, o que deve acontecer até o fim de março — disse.

Anteriormente, a previsão passada pelo governo do Estado era de que o pagamento do benefício seria feito até o final de fevereiro, o que segundo o próprio governador, nãos erá mais possível. De acordo com Pezão, apenas a operação financeira será capaz de quitar a dívida de R$ 1,1 bilhão sobre o 13º de 2017. Mais de 167 mil servidores estaduais aguardam o pagamento. A antecipação de receita prevê recurso estimado em 500 milhões de dólares, algo em torno de R$ 1,6 bilhão.

Na prática, a operação do governo antecipa receitas de royalties de petróleo que o estado prevê arrecadar no futuro por meio do pagamento de um banco. E, futuramente, paga às instituições os valores com taxas. A intenção é conseguir recursos para colocar o caixa do Estado em dia.



Fonte:  EXTRA

2 comentários:

  1. Nova via Crucis até dezembro...podem anotar...

    ResponderExcluir
  2. ESTÁ EMPURRANDO COM A BARRIGA.

    ResponderExcluir

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.