quarta-feira, 7 de março de 2018

Governo do estado pedirá R$ 3,5 bilhões em empréstimos

O governador Luiz Fernando Pezão (MDB) no Palácio do Planalto

O Palácio Guanabara mandou ontem, para a Assembleia Legislativa, três mensagens para a complementação do Plano de Recuperação Fiscal.

Pede autorização para contrair empréstimos bancários, que vão somar R$ 3,5 bilhões.

Pela primeira vez, nos últimos anos, o aporte não é para pôr a folha de pagamento em dia...


O maior de todos os contratos, de R$ 3,050 bilhões, será para pagar fornecedores em atraso.
Modernização

O segundo empréstimo, de R$ 250 milhões, vai financiar um plano de modernização da estrutura de arrecadação do estado (cobrança de impostos, combate à sonegação, recebimento de dívida ativa, etc).

E o terceiro, de R$ 200 milhões, será usado para incentivar aposentadorias e desligamentos voluntários, especialmente para os celetistas.
Vai ter fila!

Mas é bom avisar: o governo do estado vai ao mercado fazer o chamado leilão reverso — ou seja, os fornecedores que oferecerem os maiores descontos vão ver primeiro a cor do dindim.



Fonte:  EXTRA