domingo, 3 de junho de 2018

ABMERJ, 7 ANOS DE LUTA POR DIREITOS!




NOTA DE ANIVERSÁRIO DE OCUPAÇÃO

RIO DE JANEIRO 03 DE JUNHO DE 2011

G1:
"Com bombas de gás, PM invade quartel tomado por bombeiros no Rio
Crianças e adultos tiveram ferimentos leves durante ocupação do Bope. Quartel foi invadido por bombeiros, mulheres e crianças na noite de sexta." 

JORNAL NACIONAL:
"439 bombeiros são presos por invadir quartel central da corporação"

O GLOBO:
"Bombeiros manifestantes do RJ são encaminhados para batalhão policial"

Há 7 anos atrás, um grupo de BOMBEIROS do Rio, deu início a mudança, um marco na  história do CBMERJ,  e até mesmo á História recente do Río de Janeiro.
Tendo a segunda remuneração mais baixa do Brasil, um soldado recebia R$ 956,00 (novecentos e cinquenta e seis reais) de Salário, no segundo estado mais rico em arrecadação financeira.
Sem auxílio transporte, os bombeiros sofriam nas estradas, esperando carona para chegar ao trabalho. Quem trabalhava nas praias, não tinham óculos de sol, nem protetor solar, em eventos particulares, tais como Réveillon, Carnaval e Rock in Rio, festas tradicionais do Estado, onde a arrecadação de impostos aumenta, os Bombeiros eram obrigados a trabalhar na folga, sem remuneração de horas extras, sem auxílio transporte, sem condições adequadas.
Antes da ocupação do quartel Central, no lançamento da Operação dengue, a guerra àquele, que hoje é oficialmente, o maior responsável pelo o desmonte  financeiro e moral do Estado, Sérgio Cabral, já havia sido declarada.
Nós Bombeiros, já havíamos detectado o caráter pernicioso de Cabral, quando afirmou de maneira mentirosa, que pagava gratificação de certo valor, aos bombeiros envolvidos na operação, recebendo uma sonora vaia, em plena apresentação do projeto.
Dalí em diante, os bombeiros decidiram  lutar por seus direitos e prerrogativas, foram longas caminhadas, que Cabral dizia que fazia bem à saúde, culminando com esse fatídico dia, de muito choro e tristeza pra uns, mas também de resistência e luta pra outros, resultando em um desleal confronto no pátio do Quartel Central, entre a tropa do BOPE que invadiu o quartel, contra os BOMBEIROS desarmados, que estavam na sua casa, reivindicando melhorias, a decisão foi de resistir na ocupação, milhares de homens, Mulheres e crianças, que agredidos na moral, no psicológico e no aspecto físico, foi reduzido ao número de somente 439 bombeiros, com apenas 1 Mulher entre eles, cansados, após um intenso combate por dignidade, foram presos pelo comandante geral da PM, à mando de Cabral.
A luta não foi em vão: Cabral teve que se render ao apelo da População que ficou ao lado dos bombeiros trabalhadores, Redução de Interstício, Auxílio transporte, pagamento de horas extras trabalhadas, equipamentos e viaturas novas, investimentos, retorno da Secretaria de Defesa Civil, dentre outras conquistas pra nossa tropa, passou a fazer  parte de nossa realidade, a máscara daquele que nos chamou de "vândalos" caiu, se tornou o inimigo número 1, do povo carioca, pagando por seus Desmandos, se encontra preso até hoje, por corrupção, enquanto os 439 bombeiros foram anistiados, por causa da injusta prisão na ocupação do quartel Central.
Muita coisa, ainda precisa ser mudada, reajustada, ainda temos militares sofrendo demasiadamente, em serviços como o do SAMU, que deveria estar à cargo da Prefeitura, nosso efetivo está minguando, nas praias, nos quartéis, todo ano entram cadetes, mas os concursos de praças são deixados de lado, nosso hospital está sofrendo sem investimento, não sabemos onde está indo o nosso fundo de saúde, estamos ameaçados nos nossos direitos, mais uma vez, falam em aumentar o interstício, o pessoal da saúde amargando sem Promoção, mas conclamos a todos, que  o dia 03 de Junho, seja lembrado e comemorado, como uma data para renovação de resistência, para lançarmos novos objetivos, fixarmos o olhar no futuro e firmar a cadência para novas conquistas!

Parabéns a todos os Bombeiros que continuam salvando o Rio de Janeiro!


Na luta por direitos
Defender, Garantir, Conquistar!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.