terça-feira, 6 de novembro de 2018

Primeira mulher do grupo de transição é coronel dos Bombeiros

BRASÍLIA — Uma coronel do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal é a primeira mulher nomeada para o grupo de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro. Márcia Amarílio da Cunha Silva já participa das reuniões no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde se reúne a equipe, e sua nomeação deve ser publicada nos próximos dias.


Márcia Silva é assessora parlamentar do Conselho de Corpos de Bombeiros. Ela é especialista em segurança pública e chegou ao time de Bolsonaro por meio de um grupo formado por generais da reserva, comandado por Augusto Heleno, indicado como ministro da Defesa.


A primeira leva de nomeações não teve nenhuma mulher. O Diário Oficial trouxe em edição extra nesta segunda-feira a nomeação de 27 homens. O grupo é coordenado pelo ministro extraordinário Onyx Lorenzoni e está dividido em dez áreas temáticas, número que pode aumentar no decorrer do trabalho .
A agenda de Bolsonaro para quarta-feira prevê que ele participe de uma reunião com a equipe no CCBB. O presidente eleito chegou a Brasília na manhã desta terça-feira, para participar da solenidade de 30 anos da Constituição Federal no Congresso , e deve voltar amanhã à noite para o Rio.

FONTE: O GLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O Estado não tem poder algum sobre a palavra, as idéias e as convicções de qualquer cidadão dessa República e de profissionais dos meios de comunicação social." (Ministro Celso de Mello - Supremo Tribunal Federal) - Se identifiquem por gentileza, comentar não é crime!MUITO IMPORTANTE: O foco do movimento é a DIGNIDADE. E é para esse objetivo que o blog existe. Por isso, comentários que não compartilhem do mesmo objetivo poderão ser removidos. Não podemos publicar ofensas! Não insista! Defenda sua ideia ou crítica de forma respeitosa.