quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Corpo de Bombeiros homenageia funcionário que salvou criança de afogamento na Serra

Alex Sandro dos Santos salvou menino de cinco anos que estava se afogando. Câmeras de segurança do local registraram todo o momento, que durou menos de 20 segundos

O quase afogamento aconteceu no último sábado (19) no condomínio Vila Geriba, no bairro Praia da Baleia, na Serra (ES).



O Corpo de Bombeiros do Espírito Santo homenageou, na tarde desta terça-feira (22), Alex Sandro dos Santos pelo salvamento de uma criança que se afogava em um uma das piscinas do condomínio Vila Geriba, na Serra, no último sábado (19). 
A homenagem aconteceu no quartel do Comando-geral, localizado na Enseada do Suá, em Vitória.
Alex Sandro ficou conhecido após um vídeo viralizar nas redes sociais. Nele, o funcionário do condomínio evita uma tragédia ao salvar uma criança que se afogava sem que ninguém percebesse. 
Alex Sandro foi homenageado com o certificado "Ato Heróico", reconhecendo o seu comprometimento com a profissão, sua brilhante atuação e por seguir instintivamente o lema da Corporação: “Vida Alheia e Riquezas Salvar”.
"O mais importante e gratificante é saber que a criança está bem, com a família dela", disse Alex. 
Participaram da homenagem, o comandante-geral, Coronel Alexandre dos Santos Cerqueira, o assessor de comunicação, Tenente-Coronel Wagner, o senador Marcos do Val, o deputado Lorenzo Pazolini, o deputado Josias da Vitória e militares da equipe de mergulho e de salvamento do 1º Batalhão.
FONTE: R7
----------------------------------------------------------------------------------------------
Um porteiro de um condomínio em Serra, no Espírito Santo, foi um verdadeiro herói ao salvar um menino de cinco anos que se afogava em uma piscina do prédio. Alex Sandro dos Santos trabalha há dois anos no prédio e foi homenageado pelo Corpo de Bombeiros. O caso aconteceu no último sábado (19) e as câmeras de segurança do local registraram todo o momento, que durou menos de 20 segundos.
A criança não mora no prédio. A mãe do menino seria amiga de uma das moradoras e estaria na apartamento amamentando outro filho quando o acidente ocorreu. Perto das 19h, o menino pula a grade do parquinho e entra na área das piscinas. Ele chega a entrar na piscina infantil, mas logo depois vai para a adulta, com 1,3 metros de profundidade.
Apesar outras pessoas estarem na água, elas não percebem quando ele afunda. Cerca de 20 segundos depois, Alex Sandro aparece e puxa o menino pelos braços. Segundo o porteiro, apesar de muito assustada, a criança não precisou de atendimento médico.
FONTE: OP9